sábado, 27 de julho de 2013

Ashita no Nadja

Abaixo tem um Anime pouco conhecido no Brasil se chama Ashita no Nadja, espero que gostem ele é muito divertido apesar de ser um anime um pouco infantil e feminino é bem legal para OTAKUS verdadeiramente ditos, para ver a bibliografia de alguns personagens clique aqui.



http://3.bp.blogspot.com/_AZRet7CzREM/TLs8aBroyXI/AAAAAAAAAAQ/47MUqqgGBkw/s1600/%5Blarge%5D%5BAnimePaper%5Dscans_Ashita-no-Nadja_hsn3_41424.jpg
Ashita no Nadja




História:
Ashita no Nadja, ou "Nadja", como é chamado no Brasil, relata a história de uma garota órfã chamada Nadja Applefield (Ou Campo das maçãs no Brasil), que descobre sobre a existência de sua mãe um pouco antes de completar 13 anos.


Na busca à sua mãe, a garota viajará pela Europa, numa companhia itinerante de circo chamada Dandelion, sendo dançarina, conhecerá as diversas culturas locais de cada país, amigos novos, tanto pobres, como da nobreza, desvenderá questões do seu passado, ganhará inimigos (que por sinal, possuem algum tipo de ligação a cerca de seu passado) e ainda aprenderá a amar, pois a menina se apaixonará por 2 rapazes da nobreza.
O anime possui um estilo bem similar aos shoujos dos anos 70, como Candy Candy, Sandy Bell, Lady Georgie e Rosa de Versailles.
O anime foi lançado no Japão no dia 2 de fevereiro de 2003, na TV Asashi no Japão. Contudo, não conseguiu atingir elevados níveis de audiência no Japão, teve média de 6.8%, além de não ter muito êxito comercial (chegando ao lucro de 31 bilhões de ienes), se compararmos a Pretty Cure no ano seguinte que conseguiu mais que o triplo.  Mesmo assim, não deixou de ficar de fora dos 10 animes mais assistidos do Japão naquela época, e ainda conseguiu ficar na 19ª posição entre os 142 animes de 2003 no 26º Anuual Anime Prix.

Mesmo às críticas, conseguiu uma avaliação consideravelmente alta, o que fez ser difundido por todo o mundo, em diversas línguas como: inglês, espanhol, francês, italiano e português. Tem ganhado fãs pelo mundo todo, e do mesmo jeito que é criticado, por se tratar de uma história aparentemente infantil, é mostrado diversos valores sobre a vida e sociedade da época de 100 anos atrás, na Belle Époque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário